FANDOM


Marie


Tocando com as minhas mãos decapitará qualquer um. Então, não posso amar nem ser amada. Ah, quão pecadora eu devo ser, para merecer tal punição. Essa é a razão pela qual desejo isto. A esperança que está depois do fim da vida. Porque, ela deve ser a luz que brilha sobre todos ao longe. Vamos assistir ao nascer de uma nova vida por toda a eternidade - Porque eu segurarei todos em meu embraço. Rinne-Tensei!
Marie, ativando a sua Atziluth

Características Pessoais

Nome: Marie; Margueritte Breuil; Tesogare

Títulos: A Deusa do Crepúsculo

Idade: 17 anos no momento de sua morte

Sexo: Feminino

Espécie: Humana; Deusa

Classificações: Deus Hadou; Quinto Paraíso; A Deusa de Rinne-Tensei

Obra: Dies Irae

Sobre

Marie, originalmente Margueritte Breuil, foi uma menina única. Nascida no momento da decapitação de um homem santo, o padre que havia unido seus pais em matrimônio, morto na guilhotina pelo próprio pai, Marie foi uma criança quieta. Embora bela, seu comportamento era em demasia estranho, sem sentido e sem palavras. Quando falou, as suas primeiras palavras foi a mesma rima entonada pelas pessoas que assistiam as execuções na guilhotina. Sua mãe se matou em depressão e seu pai foi preso, acusado de roubo. Mas Marie não se importou, caminhando pelas ruas de Paris, chamada de bruxa e maldita, por causa do seu toque fatal, que decapitava a todos. Um dia, isso fez com que fosse condenada a execução.

Nada a fez falar. Nem as perguntas, nem a humilhação, nem mesmo a face da morte. Tudo que dizia era a rima da guilhotina, até o momento em que ela mesma foi forçada a ir na guilhotina. Suas palavras foram serenas: "Ah… Voltei para casa". Sua beleza e comportamento chamaram a atenção de um certo bruxo, que no momento de sua morte, a transferiu para um plano superior, além da vida e da morte.

E assim, se tornou uma das suas maiores peças do seu Grand Guignol.

Ficha de Combate

Dimensionalidade: 3D | N.A

Status Existencial: Concreto | Concreto | Transcendente

Ataque: Humana, ignora durabilidade convencional através de sua maldição (Não demonstrou poder físico notável; Seu toque instantaneamente decapita qualquer um que tocá-la. Alessandro de Cagliostro constatou que nem mesmo ele poderia escapar de seu toque sem ferimentos) | Montanha a no mínimo País, ignora durabilidade convencional (Seu poder equivale ao de Ren Fuji, dependendo de sua forma. Mesmo na sua forma mais fraca, Kei constatou que Marie podia muito bem contê-la; Contanto que acerte o pescoço do inimigo, sua durabilidade será ignorada. Conseguiu decapitar Eleonore instantaneamente, embora ela tenha se regenerado do ataque) | Infinito (Mesmo um deus com somente 1 Taikyoku vê objetos hiperdimensionais e conceituais como o Trono apenas como uma ferramenta, e uma só Taikyoku é a fonte de toda a dimensionalidade e existência. Mesmo assim, um deus com 2 Taikyoku é visto quase como imensuravelmente mais poderoso do que um deus com 1 Taikyoku. Marie possui 90 Taikyoku, a tornando um dos Deuses Hadou mais poderosos do verso).

Defesa: Humana | Montanha a no mínimo País (Bloqueou golpes de Kei Sakurai e Tubal Cain; No seu poder total, já conseguiu bloquear ataques de Wolfgang Schreiber e até mesmo de Machina em sua Briah, embora a sua forma física tenha sido destruída; Conseguiu sobreviver a um chute de Eleonore, a ser atropelada por Schreiber e a um golpe da Longinuslanze de Reinhard a um décimo, se não centésimo de seu poder) | Infinita (Equivalente ao seu poder)

Velocidade: Humana | Hipersônica a Relativística (No mínimo Mach 291.3 a 4.5% da Velocidade da Luz; Possui a velocidade de Ren Fuji) | N.A. (Deuses como ela ignoram conceitos de tempo-espaço, distância e afins).

Força: Humana | kN (Deve ser razoavelmente comparável a Wilhelm e Shirou) | N.A.

Vigor: Humano | Sobre-humano (Fez esforço físico o bastante para que, embora ela mesma não sentisse nada, Kasumi - uma praticante de kendo atlética - quase desmaiasse depois de tentar acompanhá-la) | Ilimitado

Alcance: Alcance mano-a-mano regular | Alcance mano-a-mano estendido, poucos metros através da Eine Faust Finale de Ren | Transcendente

Inteligência: Normal enquanto humana (?), Semi-Onisciente como Deus Hadou. Marie apresenta um intelecto bastante regular, assim como capacidades não muito diferentes de uma pessoa de sua idade, se não mais novas, mas ela possui um conhecimento esotérico considerável. Após se tornar uma Deusa Hadou, ela adquiriu conhecimentos cósmicos incríveis e absolutos sobre quase tudo no mundo.

Fraqueza(s): Inocente em demasia | Mesma de antes | Sua Lei não é útil em combate, sendo orientada para a paz; Segurar vários deuses em seu "abraço" fará com que sua forma fique saturada

Variações: Humana | Relíquia Sagrada | Deusa Hadou

Poderes

Características Físicas Sobre-Humanas, Imortalidade (Tipo 2), Nulificação de Imortalidade e Regeneração, Manipulação da Maldição (Seu toque decapita todos que a tocarem), Resistência a Manipulação da Nulidade (Um soco da Briah de Machina apenas a mandou de volta ao seu "mundo" entre a vida e a morte), Telepatia, atingir a alma dos oponentes, ignorar durabilidade, manifestar lâminas invisíveis que cortam corpo e alma

Características Físicas Sobre-Humanas, Semi-Onipresença, Semi-Onisciência, Imortalidade (Tipos 2 e 11), Telepatia, Manipulação da Alma, Manipulação do Espaço, Manipulação do Tempo, Manipulação da Maldição (Seu toque decapita todos que a tocarem), Manipulação Conceitual, Manipulação da Lei e Manipulação da Causalidade, Resistência a Manipulação Temporal (Mercurius só consegue afetá-la com a sua permissão), Espiritual, Espacial, Conceitual, á Nulidade e da Realidade, Resistência (Causal), Regeneração (Rank B), Intangibilidade (Tipos 1 e 7), ignorar durabilidade

Técnicas Notáveis

Maldição da Guilhotina: A maldição de Marie, que a condena a nunca ser amada por nenhum homem; Seu toque, mesmo de raspão, faz com que a cabeça dos que são tocados caiam, causando a sua morte. Esse poder foi considerado perigoso até mesmo por Alessandro di Cagliosotro, que constatou que nem mesmo ele conseguiria escapar do seu toque sem se ferir.

Amantes Amentes - Omnia Vincit Amor (Que Todos os Seus Desejos Tenham Frutos na Alegria): A Lei de Marie, esta sendo a encarnação do seu desejo "Eu quero amar e abraçar a todos". Essa Lei permite que os Deuses Hadou coexistam, em vez de serem forçados a matar uns aos outros. Ela também tem o poder de permitir a reencarnação das pessoas, fazendo com que mesmo que não encontrem felicidade nessa vida, encontrem-na na próxima. A sua Lei também permite que todos os seres cumpram os seus desejos, não importando quais os sejam.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.