FANDOM


Tolkienverse

Resumo

O Legendarium é o conjunto de obras originalmente escritas por J. R. R. Tolkien e revisadas e acrescentadas pelo seu filho Chritopher Tolkien, mas que teve tamanha popularidade que recebeu uma coletânea imensa de filmes, obras, jogos, quadrinhos e afins que adicionam ao universo, embora não de maneira canônica.

Ele conta a história do universo de Ëa, centrada no mundo de Arda e nas terras ocidentais. Com uma história e mitologia que perpassa por eras e cautelosamente detalhadas, existem infinitas histórias e contos dentro dessas terras lendárias e místicas, onde há um conflito eterno entre o bem e o mal, e um tema crescente do decaimento do lendário até a eventual morte de tudo, e a ressurreição no fim das coisas.

Classificações

Criador: J. R. R. Tolkien. As expansões tem vários outros.

Classificação: Livros. As expansões contém filmes, jogos, quadrinhos, RPGs de mesa e animações.

Gêneros: Aventura; Drama; Ação; Guerra; Tragédia; Fantasia.

Idade Recomendada: Varia de Livre a +12 anos.

Mascote(s): Sauron; Gandalf; Frodo Bolseiro; Aragorn.

Conteúdo: Violência; Tragédia.

Supervisores: EliminatorVenom; KnightNight10.

Premiações: N/A.

Arquivo

Blogs

Fórum & Discussões

Perfis

Ainur

Valar

Maiar

1º Era

Elfos

Anões

Homens

Outros

2ª Era

Elfos

Anões

Homens

Outros

3ª Era

Elfos

Anões

Homens

Galeria

Arte

Adendo

Ainur

Os Ainur são os seres primordiais do Legendarium. Cada um deles saiu de uma parte da mente de Illúvatar. Os Ainur existem desde antes da criação do universo, sendo dotados de grande poder. Estes foram os seres designados para a criação e preenchimento do universo. Seu poder se esvai com certa facilidade, pois em suas criações, tem de colocar grande parte dele, o qual nunca mais é recuperado. Os Ainur são espíritos, não possuindo corpo nem forma, contudo quando querem, podem fazer uma forma mortal para si, para que possam andar entre os Filhos de Illúvatar como "iguais". Essas formas não passam de vestes, e quando são mortas, não altera em nada a vida do Ainur na pratica, pois ele pode fazer outra, além de poder manipular completamente a que tem. Os Ainur se dividem em Valar e Maiar.

Valar

Os Valar são os Ainur mais poderosos, os quais criaram e encarnam os conceitos os quais representam (em nível universal). Estes foram designados para criar e organizar o universo, para que quando os Filhos de Illúvatar nascessem, este estivesse pronto para que pudessem morar nele. Dentre os Valar existe uma subdivisão, os Aratar. Os Aratar são os 8 maiores Valar, os mais poderosos e não há ninguém que se compare a eles, a não ser Eru e Melkor (eram 9 Aratar, mas Melkor deixou de ser listado quando se corrompeu).

The silmarillion the maiar by wolfanita-d7v1ry9

Os Maiar são os Ainur mais fracos (mas ainda sim, muito poderosos). Eles em sua maioria foram designados para auxiliar os Valar na criação e organização do universo. Os Maiar devem obediência aos Valar, principalmente aqueles os quais servem diretamente.

Balrogs

Os Balrogs são Maiar os quais seguem O Senhor do Escuro, Melkor. Estes tomaram formas parecidas entre si, forma de um demônio de fogo, sendo assim, são como uma sub-sub-raça dos Ainur. Balrogs são fortes, poderosos, habilidosos, altos (em torno de 4 metros), velozes, cruéis e temíveis. Estes possuem em sua maioria um açoite e uma espada de fogo. É dito que quanto mais eles mesmos apagam suas chamas, mais a sombra cresce, junto com o temor e o medo nos corações de seus inimigos. Antes existiam vários Balrogs, mas após um retcon, passaram a existir apenas 7 (cabe a cada um considerar o recton cannon ou não). Balrogs são extremamente poderosos, sendo muito mais poderosos que dragões (os montam), mas, como todos os Ainur, perdem seu poder com o tempo e com o gasto dele, se enfraquecendo muito.

Istari

Os Istari (conhecidos também como magos) são Maiar que os Valar mandaram para a Terra-Média para que auxiliassem os povos na luta contra o Senhor do Escuro. Eles deveriam ser poderosos, pares com Sauron, e vestir-se de carne. Os Valar retiraram todos os seus poderes "de Ainur", para que não houvessem catástrofes no confronto de poderes, e também por medo que eles se voltassem para o mal; sendo assim, apenas sobrou a magia para eles, a qual todos os 5 dominam muito bem. Eles servem mais como concelheiros e pesquisadores, apesar de também serem de grande ajuda em batalhas, contudo, foram terminantemente proibidos de entrar em combate direto com Sauron.

Legolas

Os elfos são os primeiros Filhos de Illúvatar, conhecidos como primogênitos. Os primeiros elfos possuem imenso poder, se comparando a Maiar um pouco enfraquecidos. Eles não adoecem e não morrem de velhice, são imortais amenos que alguém os mate. E precisa ser um ferimento muito grande para matar um elfo, pois eles se curam com facilidade e conhecem magias de cura. E mesmo assim, quando seu corpo morre, sua alma não deixa o mundo, vai para os salões de Mandos (como um purgatório) e depois para Amam, um continente separado onde lá eles viveram para sempre com os Ainur até o fim do mundo, e lá eles não morreram, pois tudo lá é bom, e nada os matará. Os elfos são muito bons em praticamente tudo que se dedicam a fazer, sendo os seres mais furtivos da Terra-media, quando querem, possuindo pés leves ao ponto de não fazer pegadas na neve, e conseguir andar por cima de uma enorme camada da mesma. Ao contrario do senso comum, elfos (no geral) não são só bons com florestas e plantas, mas também na arte da construção e podem ser ótimos ferreiros, sendo os 2 melhores ferreiros que já viveram, elfos. Por isso, dize-se que elfos são ao mesmo tempo muito diferentes entre si, assim como são parecidos. Visto que há sim elfos que não gostam de cavernas e forjas. São muito velozes e fortes, não se cansam facilmente.

Aragorn

Não há muito o que se dizer sobre os Homens, são bem parecidos com os homens da vida real, apenas mais fortes e rápidos; alguns vivem muito tempo, pois foram abençoados por Illuvatar, estes também são mais altos que o comum. Perecem e envelhecem com o tempo, e isto foi motivo de desgosto para alguns, pois veem os elfos, que são eternos e sentem inveja, já outros, estão conformados com seu estado. Após sua morte, sua alma também vai para os Salões de Mandos, contudo, apos isso, não se sabe para onde vão. Mas a maioria acredita que vão para junto de Illúvatar. Podem ser muito bons em qualquer coisa, mas dificilmente se compararão a elfos e anões. Os homens, assim como os da vida real, são muito diferentes e muito parecidos entre si ao mesmo tempo.

Dain (legend)

Os Anões são seres peculiares; não são Filhos de Illúvatar. Eles nasceram do Valar Aule, Aule os fez pois estava muito ansioso para a chegada dos Filhos de Illúvatar, e fez os seus próprios. Illúvatar se enfureceu com tal ato, mas se compadeceu de Aule, e permitiu que ficassem vivos e lhes deu o livre-arbítrio. Aule os fez na época que Melkor, O Senhor dos Escuro estava atacando e dominando a Terra-Media, por isso, ele os fez baixos, fortes e resistentes, além de extremamente resistentes ao mal e a coerção, conseguem andar por milhas carregando até seu próprio peso em carga, sem nem ao menos diminuir o ritmo. Ninguém os supera na arte de forjar com ferro e aço. São exímios construtores e adoram cavernas e minérios, não gostam de florestas, lutam com machados e escudos poderosos, alguns usam espadas e facas. Além de produzirem mascaras terríveis, capazes de assustar dragões.

Hobbits RotK-cb67746

Hobbits, apesar do que muitos pensam, não são uma raça, e sim, uma sub-raça. Hobbits ainda são humanos, mas não se sabe ao certo como passaram por essa "transformação". Hobbits possuem pés grandes e peludos, com uma sola tão resistente quanto couro. São muito pequenos (em média, metade do tamanho de um humano) e furtivos, sendo extremamente silenciosos, perdendo apenas para os elfos nesse quesito. Não gostam de aventuras e mudanças, gostam de rotina e comer. Contudo, eventos no final da 3º Era, fez com que ficassem conhecidos por meios de grandes feitos. São extremamente corajosos e determinados em certas situações. "Pode-se aprender tudo o que se tem para aprender sobre os Hobbits em alguns meses, contudo, apos anos, eles ainda podem te surpreender", frase de Gandalf.

3643962-elder ent 3 by moonxels

A criação dos Entes esta diretamente ligada a dos anões, e a historia é a seguinte: Yavanna é a valar dos seres vivos, e ela é esposa de Aule. Aule disse a ela que os anões que ele criara e os Filhos de Illúvatar iriam acabar por destruir tudo que ela havia criado para poderem sobreviver. Ela ficou triste e com permissão de Illúvatar, criou os Ents, os Pastores das Arvores, para poderem proteger as plantas (já que os animais podem se proteger). São altos, fortes, sábios e resistentes. Se parecem muito com arvores e tomam de uma água encantada para continuar a crescer sempre. Vivem por muito tempo. Se um Ente ficar parado muito tempo, ele se torna uma árvore e uma árvore pode acabar por se tornar um Ente. Entes também surgem de relações dos Entes com as Entesposas, estas que estão sumidas a milhares de anos. Entes normalmente não gostam de lutar e pensam e debatem muito antes de fazer qualquer coisa, mas se devidamente motivados, são devastadores e muito fortes, levando abaixo toda uma cidade estando "velhos".

Aguias

As Águias no Legendarium são enormes e fortes. Possuem vontade própria e livre-arbítrio, contudo, são servas de Manwë, o Valar Senhor dos Ventos. São orgulhosas, mas respeitosas e ajudam na necessidade, além de reconhecer um favor prestado. Podem facilmente carregar mais de uma pessoa.

Smaug-dragon

Não se sabe ao certo como os dragões surgiram, apenas que são servos do terrível Senhor do Escuro. Estes são extremamente fortes e velozes, além de sábios e astutos. Possuem uma sede imensa por ouro e riquezas, apesar de não saber o que fazer com ele, o guardam com sua vida (a qual é praticamente eterna, pois não adoecem e não envelhecem, apenas perecendo se alguém os matar, o que é difícil) e sabem de cada moeda que o compõe. Dragões podem ou não serem alados, assim como podem ou não cuspir fogo. Dragões não alados são maiores e mais poderosos, assim como os de fogo são mais poderosos que "os dragões frios". Há dragões que rastejam e outros sob patas. Possuem escamas extremamente resistentes, as quais nunca foram quebradas em todos os contos, baladas e romances do universo. São malignos e perversos, impondo enorme medo apenas com a presença. Além de muito inteligentes, e alguns podem até mesmo fazer uso de feitiços.

Nazgul1

Os nove Nazgûl são os nove reis dos homens os quais se corromperam ao poder de Sauron, ao usar os anéis que o próprio Senhor do Escuro lhes dera. Se tornaram espectros sem corpo, apenas espirito. Vagam pelo mundo, obedecendo apenas ao seu senhor e a mais ninguém, fadados a servi-lo até que alguém os mate, o que é difícil de acontecer, pois não morrem com o tempo, nem por doença (assim como Elfos) e além disso, humanos/anões normais não podem mata-los, pois não podem interferir com espíritos. Apenas Elfos e espadas feitas por estes podem, além de obviamente Ainur e algumas outras exceções. O mais forte dentre os nove é conhecido como "Rei Bruxo de Angmar". São muito poderosos, rápidos e fortes. Feridas causadas por eles não podem ser curadas por meios convencionais, precisando de magias muito poderosas para cura-las e ainda sim, a ferida pode acompanhar o ferido pelo resto da vida, isso se deve pelo dano ser causado diretamente na alma do alvo, além de no corpo. Podem sentir a direção para onde o Um Anel esta. Para se locomover, usam cavalos criados em Mordor, grandes, velozes e malignos em seu intimo. Depois, passam a usar feras voadoras sem nome e fedorentas. A pressão causada nos corações apenas pela sua presença é assustadora, poucos são os que conseguem ficar sequer na sua presença. São os mais poderosos servos de Sauron e este os invoca como necromante. São malignos, perversos e cruéis, geralmente estão equipados com uma massa.

Saruman

Os Orcs possuem uma origem um tanto quanto duvidosa, havendo varias teorias e diferentes documentos apresentando diferentes possíveis origens. Mas a mais aceita é a que Orcs são Elfos torturados, influenciados e corrompidos pelo mal do Senhor do Escuro. São fortes, cruéis e malignos. Servem apenas ao Senhor do Escuro e nada mais fazem, existem aos montes e não podem andar sob a luz direta do sol. Foram criados "artificialmente" Orcs modificados, os Uruk-hai. Estes são Orcs muito mais poderosos, resistentes, inteligentes e rápidos. São criados para liderar, e estes já são capazes de se mover sob a luz do sol.

Trolls

Os trolls são criaturas grandes e pavorosas, sendo fortes, resistentes e poderosos (apesar de muito burros). A origem dessas criaturas é ainda mais incerta que a dos orcs, certa vez Barbarvore (um Ent) disse que os trolls estão para os entes como os orcs estão para os elfos, contudo, o próprio Tolkien já afirmou que Barbarvore não sabe de tudo, ele é um personagem que pode estar errado ou certo, tornando esta afirmação duvidosa. De qualquer forma, eles continuam sendo malignos, contudo, com uma extrema fraqueza a luz solar (maior que a dos orcs), pois com o menor contato com a mesma, petrificam. Existem vários tipos de trolls, como os da colina, da floresta, da montanha e etc.

Silmarill

As Silmarills são pedras preciosíssimas forjadas pelo elfo Feänor, o maior ferreiro que já existiu. Essas três pedras contêm, dentro de si, um pouco da luz das arvores gêmeas de Valinor. Essas duas árvores eram muito poderosas, com uma luz intensa, tamanho era o poder que uma fruta duma arvore, se tornou o sol, de outra, a lua. Essas 3 pedras possuem uma magia muito poderosa, e luz própria. Caso alguém maligno encoste nas pedras, elas queimarão e suas queimaduras não poderão ser regeneradas por meio algum. Agora, aqueles benignos, serão abençoados pela luz das arvores contido nas pedras. Essas pedras também tem o poder de assustar e afugentar seres malignos. Essas pedras aumentam e muito o poder do usuário, contudo, não se pode fazer um parâmetro exato, apenas fazer comparações por elas serem o artefato mais poderoso do universo.

Aneis do poder


Três Anéis para os Reis-Elfos sob este céu,

Sete para os Senhores-Anões em seus rochosos corredores, Nove para os Homens Mortais fadados ao eterno sono, Um para o Senhor do Escuro em seu escuro trono Na Terra de Mordor onde as Sombras se deitam. Um Anel para a todos governar, Um Anel para encontrá-los, Um Anel para a todos trazer e na escuridão aprisioná-los Na Terra de Mordor onde as Sombras se deitam.

Estes anéis foram forjados por Sauron para que ele pudesse dominar todas as raças, através deles. Sauron enganou Celebrimbor, o segundo maior ferreiro que já existiu, para que este o ajudasse a forjar tais anéis. Sauron incutiu seu poder neles para dominar o portador e forjou um para si, para que pudesse controlar os outros.

Aneis dos elfos

Os 3 anéis dos elfos foram forjados exclusivamente por Celebrimbor, escondidos de Sauron (por isso Sauron busca encontra-los). Os 3 são extremamente poderosos, sendo estes:

  • Narya: Pertenceu a Círdan dos Portos, mas, sabendo de onde Gandalf ou Mithrandir vinha e para onde retornaria, entregou o Anel a ele. O anel que agora Gandalf guardava era Narya, o Grande, o Anel de Fogo, capaz de acender o coração dos povos da Terra-Média. O Anel ostentava um rubi.
  • Nenya: Pertencia a Galadriel, e feito de Mithril com um brilhante diamante, o Anel da Água tinha o poder de manter belos os jardins de Lothlórien, o reino da Senhora Galadriel, e de retardar o envelhecimento do mundo.
  • Vilya: Pertencia a Gil-Galad, mas antes de morrer entregou-o a Elrond Meio-elfo. Era o Anel do Ar e ostentava uma Safira. Era usado também para proteger Valfenda, e acredita-se que foi com sua ajuda que Elrond fez a inundação do rio e salvou Frodo dos Nazgûl.

Aneis dos anoes

Celebrimbor forjou os anéis para os anões, 7 deles, um para cada casa dos anões, contudo, Sauron ajudou, colocando seu poder maligno nos mesmos. Contudo, como os anões são extremamente resistentes a maldade, os anões não se tornaram seus servos e os reinos daqueles que os usavam prosperavam de uma forma incrível. Todavia, aqueles que os usavam se tornavam muito avarentos e gananciosos. A maioria dos anéis foram destruídos, pois como os reinos prosperavam com muito ouro, acabava por atrair dragões e estes na maioria das vezes derretiam os anéis com suas chamas.

Aneis dos homens

Os nove anéis dos homens também foram forjados por Celebrimbor com intervenção de Sauron, o qual colocou seu poder maligno neles. Os reis que os colocaram, se tornaram espectros terríveis, servos de Sauron. Estes espectros não podem ser mortos por homem algum, visto que não podem ser feridos verdadeiramente no plano físico por meios convencionais. Esse poder aumentou o poder dos homens que os usam a um nível descomunal, de humanos comuns se tornaram espectros muito poderosos, exímios na feitiçaria.

Um anel

O Um Anel foi forjado por Sauron, em segredo. Ele forjou esse anel para poder controlar todos os outros anéis. Sauron colocou grande parte de seu poder nesse anel, fazendo com que este seja extremamente poderoso, infinitamente mais poderoso do que qualquer outro anel. Caso alguém "aleatório" coloque o anel, não vai poder controlar seu poder e vai ficar simplesmente completamente invisível no plano físico e poder ver no plano espectral. Caso alguém poderoso e inteligente o coloque, poderá controlar seu poder, ganhando um grande "upgrade" e podendo ficar invisível quando desejar e ver o plano espectral quando desejar também.

  • A ordem cronológica dos contos que compõem os livros do Legendarium (excluindo os apêndices) é:
  1. Ainulindalë (O Silmarillion).
  2. Valaquenta (O Silmarillion).
  3. Quenta Silmarillion até o capítulo XX (Da quinta batalha: Nirnaeth Arnoediad) (O Silmarillion).
  4. Os Filhos de Húrin.
  5. Da destruição de Doriath (capiíulo XXII da Quenta Silmarillion) (O Silmarillion).
  6. De Tuor e sua chegada a Gondolin (capítulo I da primeira parte de Contos Inacabados).
  7. Capiíulos XXIII e XXIV  de Quenta Silmarillion (O Silmarillion).
  8. Capítulos I à III da segunda parte de Contos Inacabados.
  9. Akallabêth (O Silmarillion).
  10. Capítulo IV da segunda parte de Contos Inacabados.
  11. Dos anéis do poder e da terceira era (até o 30º parágrafo) (O Silmarillion).
  12. Capítulos I e II da terceira parte de Contos Inacabados.
  13. Quarta parte de Contos Inacabados.
  14. Capítulo III da terceira parte de Contos Inacabados.
  15. O Hobbit.
  16. O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel.
  17. Capítulo IV da terceira parte de Contos Inacabados.
  18. Capítulo I d'O Senhor dos Anéis: As Duas Torres.
  19. Capítulo V da terceira parte de Contos Inacabados.
  20. Capítulos II à X d'O Senhor dos Anés: As Duas Torres.
  21. O Senhor dos Anéis: O retorno do rei.
  22. Dos Anéis do poder e da Terceira Era (31º parágrafo até o fim do conto).
  23. A Última Canção de Bilbo.

Sem posição cronológica:

  1. As Aventuras de Tom Bombadil
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.