FANDOM


 
Linha 1: Linha 1:
 
Não necessariamente, isso é mais avaliado caso-a-caso. O que você disse só ocorreria se todos os conceitos tivessem a mesma magnitude e propriedade, mas não tem.
 
Não necessariamente, isso é mais avaliado caso-a-caso. O que você disse só ocorreria se todos os conceitos tivessem a mesma magnitude e propriedade, mas não tem.
   
Imagine que um personagem personifica o conceito de transcendência por exemplo. Nós não poderíamos cometer o absurdo de dizer que ele não é transcendente simplesmente porque ele personifica o conceito de transcendência e "está limitado a ele".
+
Imagine que um personagem personifica o conceito de transcendência por exemplo. Nós não poderíamos cometer o absurdo de dizer que ele não é transcendente simplesmente porque ele personifica o conceito de transcendência e "está limitado a ele". Determinados conceitos podem estar naturalmente acima de tudo que é chamado de universo e justificar transcendente (ressalva: Não cometer confusão, lembre-se da discussão sobre os universais; depende do tipo de universal que está sendo referido).
   
 
Transcender conceitos só é critério pra ser transcendente se, E SOMENTE SE a obra trabalhar ativamente com isso, e dependendo de como ela trabalhe com isso (coisa que não acontece na maioria das obras). Um conceito não faz parte da composição do universo na maioria dos casos, portanto não é critério absoluto pra um personagem ser considerado transcendente.
 
Transcender conceitos só é critério pra ser transcendente se, E SOMENTE SE a obra trabalhar ativamente com isso, e dependendo de como ela trabalhe com isso (coisa que não acontece na maioria das obras). Um conceito não faz parte da composição do universo na maioria dos casos, portanto não é critério absoluto pra um personagem ser considerado transcendente.

Edição atual tal como às 14h36min de 19 de julho de 2018

Não necessariamente, isso é mais avaliado caso-a-caso. O que você disse só ocorreria se todos os conceitos tivessem a mesma magnitude e propriedade, mas não tem.

Imagine que um personagem personifica o conceito de transcendência por exemplo. Nós não poderíamos cometer o absurdo de dizer que ele não é transcendente simplesmente porque ele personifica o conceito de transcendência e "está limitado a ele". Determinados conceitos podem estar naturalmente acima de tudo que é chamado de universo e justificar transcendente (ressalva: Não cometer confusão, lembre-se da discussão sobre os universais; depende do tipo de universal que está sendo referido).

Transcender conceitos só é critério pra ser transcendente se, E SOMENTE SE a obra trabalhar ativamente com isso, e dependendo de como ela trabalhe com isso (coisa que não acontece na maioria das obras). Um conceito não faz parte da composição do universo na maioria dos casos, portanto não é critério absoluto pra um personagem ser considerado transcendente.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.