FANDOM


  • FuuHouHou
    FuuHouHou fechou este tópico porque:
    Kev estava certo
    20h02min de 10 de dezembro de 2019

    A gente usa dimensionalidade nos perfis no campo da geometria e algumas vezes da física-matemática [no caso do tempo]. Acontece que quando essas dimensões são aplicadas, temos uma multiplicação por infinito, onde é traçado um eixo perpendicular à dimensão anterior.

    Atualmente, a gente considera que se a teoria das cordas for aplicada, teríamos 11 dessas dimensões, o que faria um verso com a teoria das cordas 11D. Até aí tudo bem. O problema seria considerar um personagem como infinitamente acima de outro por causa da teoria das cordas. O problema é que na teoria das cordas, apenas três dimensões são grandes (justamente as nossas dimensões espaciais), as outras dimensões incluem o tempo e seis ou sete dimensões compactas. E em quê isso implica?

    O problema é que a teoria das cordas só pode funcionar num universo com 10 ou 11 dimensões: três espaciais grandes, seis ou sete espaciais compactas e uma dimensão temporal. As dimensões espaciais compactas – assim como as próprias cordas vibratórias – são cerca de um bilionésimo de um trilionésimo do tamanho de um núcleo atômico. Não há nenhuma maneira concebível de detectar qualquer coisa tão pequena, e portanto não há nenhuma maneira conhecida para validar ou invalidar experimentalmente a tal teoria.
    ROMANZOTI, Natasha. Os 18 maiores mistérios sem solução da física: A teoria das cordas está correta?. Hypescience. Disponível em: https://hypescience.com/os-18-maiores-misterios-nao-resolvidos-em-fisica/

    Só nisso você já deve ter entendido. Mas se não entendeu, das 11 dimensões da teoria das cordas, sete delas têm o tamanho de bilionésimo de um trilionésimo do tamanho de um núcleo atômico, ou seja, são minúsculas. Apenas quatro dessas 11 dimensões (altura, largura, comprimento e tempo) podem ser consideradas "grandes".

    Ou seja, não é porque alguém é 11D por causa da teoria das cordas que esse cara vai ser superior a um 4D comum em poder destrutivo. Esses caras 11D podem muito bem apanhar pra um infinito 4D aleatório como o Asriel, pois das dimensões "grandes" que esse 11D tem, o Asriel tem também, e todas as outras são insignificantemente pequenas. E mais: Se botar eles contra algum 5D cujas 5 dimensões forem grandes (e não-compactas), esse 5D ainda faria um estupro bonito neles (exemplo: Mxyzptlk).

    Só isso que tenho que avisar. Não tenho nada contra considerar alguém 11D por causa da teoria das cordas, mas ele ainda apanha pra um 4D. Inclusive, a gente deveria especificar quais os tipos de dimensão nesses casos.

      Carregando editor
    • Mas o Mxy não se limita muito a 5D. Por citação ele seria, mas o sistema dimensional da DC é diferente. (Mesmo não sendo o foco do post)

        Carregando editor
    • Baralho, nada a ver com o post véi.

        Carregando editor
    • Mas no caso de SPN as dimensões não são compactas, la por exemplo.

      O "Céu", tem um universo para cada pessoa dentro do céu e isso apenas é a forma simplificada e menor do céu.

        Carregando editor
    • (Só to mencionando SPN por causa do que tu falou no post sobre ele outro dia)

        Carregando editor
    • Existe algo dizendo que o céu é uma dimensão superior? E dizer que tem um universo pra cada pessoa só me parece sugerir que o céu é um multiverso. É a mesma coisa que o mundo dos sonhos em Mario, onde cada sonho de cada pessoa é um universo ou conjunto de universos (o que não prova dimensões superiores).

        Carregando editor
    • Driger-God escreveu:
      Mas no caso de SPN as dimensões não são compactas, la por exemplo.

      O "Céu", tem um universo para cada pessoa dentro do céu e isso apenas é a forma simplificada e menor do céu.

      Isso não prova nada sobre dimensões superiores, fora que quando foi mostrado que são universos pra valer? Que me lembre mal eram cidades.

        Carregando editor
    • Kevyn Souza escreveu:
      Existe algo dizendo que o céu é uma dimensão superior? E dizer que tem um universo pra cada pessoa só me parece sugerir que o céu é um multiverso. É a mesma coisa que o mundo dos sonhos em Mario, onde cada sonho de cada pessoa é um universo ou conjunto de universos (o que não prova dimensões superiores).

      Abertamente que é o uma dimensão superior não, mas isso foi discutido até aqui e na IG sobre ele existir existe em um nível maior do que a escala tridimensional, tanto ele(Céu) quanto os anjos(Real Forma), e que seres 3D não são incapazes de interagir com a real escala do céu(Que trabalha até com sobreposição espacial). Tu tinha até aceito e concordado kevyn. Até mesmo a descrição do Jokers que são escalados bem abaixo de um anjo ou mesmo um "deus" de SPN, já bateria com um ser 4D. Atualmente a gente ta em duvida sobre o multiverso de SPN poder ou não ser ID.

      "Toda essa construção quantica multi universal em que vivemos é um castelo de carta e tudo que eu menos quero, é um grande e burro Winchister conseguindo derrubar tudo e todos" - New Death(Billie)

      Claro que não deu para confirmar pq teve essa mudança. Essa é a versão da dublagem oficial da WB em Br, mas na versão original em In, algumas pessoas afirmaram que não teve a menção do multiverso existir a nível quanticoEnfim, eu to esperando ficar de férias para confirmar isso.


      E só vou da um aviso, eu não me importo que qualquer outra pessoa na wiki venha me questionar sobre qualquer ponto em si, mas se o Wash vier me pertubar com as idiotices dele, vai ter treta, eu não me importo sinceramente de ser questionado, eu só aviso que ele não dirija a palavra a mim em post serios. Apenas isso.

        Carregando editor
    • Baraio, eu devo ter concordado na época que eu tava tacando o fodac pra tudo. Se alguém viesse dizer que Goku era 11D naquela época é provável que eu aceitasse.

        Carregando editor
    • Faz pouco tempo isso na verdade.

        Carregando editor
    • O post foi feito tanto aqui.

      Quanto na IG.

      E foi aceito nos dois lugares.

        Carregando editor
    • Ficou tempos aberto para ver se alguém ainda teria algo a questionar ou sla.

      E ngm falou mais nada.

      Teve praticamente 100% de aprovação. 

        Carregando editor
    • Sim, eu sei, foi justamente na época que eu tacava o fodac mesmo (Note que eu mesmo disse que não ligo pra esse tipo de coisa.). Vou reler, talvez eu discorde. Mas se eu discordar, não vou discutir aqui porque SPN não é o foco da discussão.

        Carregando editor
    • Kevyn, quero te pergunta uma coisa sobre um plano dimensional.

      Ele é um micro plano existêncial(O menor da existência, menor que o microverse), mas ainda assim infinito.

      Como ficaria algo assim?

        Carregando editor
    • Depende do contexto. Por alto eu diria que pode ser um 1D infinito.

        Carregando editor
    • Em que sentido?

        Carregando editor
    • Eu é que pergunto: Em que sentido?

        Carregando editor
    • A questão é que segundo a teoria das cordas, essas dim,ensões compõem toda a matéria, ou seja qualquer átomo do universo seria 11D.

        Carregando editor
    • Eu não vejo problema em considerar as dimensões compactas algo diferente das dimensões espaciais normais, temporais e etc, mas eu acredito que a o personagem 11D vai continuar superior.

      Um personagem de tres dimensões tem altura, largura e comprimento, ou seja x^3 ou x.x.x, mas caso um personagem de quatro dimensões olhe para este personagem 3D ele veria algo como x^3.0 ou x.x.x.0, pois este personagem tem valor de tempo ou de outra dimensão espacial de 0, oque imediatamente torna ele inferior ao personagem 4D.

      Então, mesmo um personagem com 11 dimensões compactas que são menores que uma dimensão normal ainda veriam o personagem de 4 dimensões como um nada.

      Caso alguem veja algum erro só falar ai.

        Carregando editor
    • Arthur melo escreveu:
      Eu não vejo problema em considerar as dimensões compactas algo diferente das dimensões espaciais normais, temporais e etc, mas eu acredito que a o personagem 11D vai continuar superior.

      Um personagem de tres dimensões tem altura, largura e comprimento, ou seja x^3 ou x.x.x, mas caso um personagem de quatro dimensões olhe para este personagem 3D ele veria algo como x^3.0 ou x.x.x.0, pois este personagem tem valor de tempo ou de outra dimensão espacial de 0, oque imediatamente torna ele inferior ao personagem 4D.

      Então, mesmo um personagem com 11 dimensões compactas que são menores que uma dimensão normal ainda veriam o personagem de 4 dimensões como um nada.

      Caso alguem veja algum erro só falar ai.

      Na vdd ele no máximo veria o 4D como um igual, caso ele tenha o tempo nessas 11 dimensões. Lembrando que 4D por espaço tempo é diferente de 4D por dimensões espaciais.

        Carregando editor
    • Arthur melo escreveu: Um personagem de tres dimensões tem altura, largura e comprimento, ou seja x^3 ou x.x.x, mas caso um personagem de quatro dimensões olhe para este personagem 3D ele veria algo como x^3.0 ou x.x.x.0, pois este personagem tem valor de tempo ou de outra dimensão espacial de 0, oque imediatamente torna ele inferior ao personagem 4D.

      Então, mesmo um personagem com 11 dimensões compactas que são menores que uma dimensão normal ainda veriam o personagem de 4 dimensões como um nada.

      Mas isso é considerar que dimensões compactas têm o mesmo resultado de multiplicação por infinito que dimensões grandes. Isso só acontece, exclusivamente, com dimensões geométricas e com o tempo, o que não é de modo algum o caso. O artigo do wikipédia, por exemplo, atribui a essas dimensões propriedades como massa e carga elétrica.

      Nem faria sentido, tipo: "X personagem vê personagem Z como nada, pois ele tem uma dimensão com tamanho de um bilionésimo de um trilionésimo do tamanho de um núcleo atômico a mais que Z". Essas dimensões e a teoria das cordas ainda está em campo hipotético justamente porque não temos uma forma de observar algo tão insignificantemente pequeno. Novamente, não estamos falando de "11 dimensões compactas que são menores que uma dimensão normal", estamos falando de ínfimas medidas de Planck.

      Phanthaminum escreveu: A questão é que segundo a teoria das cordas, essas dim,ensões compõem toda a matéria, ou seja qualquer átomo do universo seria 11D.

      Isso é uma coisa que temos que levar em conta também, pois se cada átomo no universo é 10D, nós também somos. E não é porque somos 10D que vamos magicamente passar a ver tudo que é 4D como se fosse nada. É justamente aí que está a diferença das dimensões compactas.

        Carregando editor
    • @Kelvyn: Então está tudo certo se realmente o resultado for assim, mas autores muitas vezes acabam por se referir a 11 dimensões sem citar a teoria das cordas mas fica bem implicito que ele tirou a ideia de lá, vai afetar em alguma coisa ou continua classificando como se fosse 11D normal? 

        Carregando editor
    • Mesmo caso seja explicitamente a teoria das cordas eles continuam 11D, só não vai fazer diferença comparando a um personagem 4D random.

      E quanto aos casos que fica implícito que tirou da teoria das cordas, isso depende da cosmologia dele ser baseada na teoria das cordas ou apenas pegar essa ideia de lá. Tanto é que muitas séries pegam, por exemplo, a ideia de espaço-tempo da teoria da relatividade, mas nem por isso a gente aplica física relativística a elas pois, na prática, elas ainda usam uma física newtoniana. É algo mais caso-a-caso.

        Carregando editor
    • O que eu acho interessante seria estudar quais seriam as capacidades que um ser com as dimensões das teorias das cordas em relação a outro.

        Carregando editor
    • Não há nenhuma maneira concebível de detectar qualquer coisa tão pequena, e portanto não há nenhuma maneira conhecida para validar ou invalidar [...]
      ROMANZOTI, Natasha. Os 18 maiores mistérios sem solução da física: A teoria das cordas está correta?. Hypescience. Disponível em: https://hypescience.com/os-18-maiores-misterios-nao-resolvidos-em-fisica/

      Nem sequer sabemos que dimensões são essas. A única coisa na qual a gente pode se basear é no que o personagem mostra.

      Pense que, como o Phant havia dito antes, essas dimensões são o que compõe toda a matéria, portanto se elas existirem, qualquer átomo aleatório no universo passaria automaticamente a ser 11D, e nós seríamos também, por sermos feitos desses átomos. Aí a pergunta:

      Temos [ou teríamos] alguma habilidade extra por causa disso?
      R.: Não.

      Portanto, o que eu digo é que as habilidades seriam o seguinte: NENHUMA.

        Carregando editor
    • Então... O que se há a discutir?

      A resposta está bem clara para minha pessoa. Estou 100% de acordo com o Kevyn, não há vantagem nenhuma em ser 11D na teoria das cordas em relação a um 4D.

        Carregando editor
    • Outra coisa que tem que ser resaltada. As dimensões da teoria das cordas são enoveladas e compactas porque compõem toda a matéria no universo formando o direcionamento para onde as super-cordas vibrariam. Ou seja, elas compõem TODA a matéria no universo, um universo que usa a física das cordas têm tudo nele sendo 11D mas sem diferença alguma pra qualquer outra física aplicada.

        Carregando editor
    • Pra mim, a partir do 4D ou mais, você já é fodao por natureza... Você só passa a ser Chuck Norris,quando fica classificado em Infinitas Dimensões.

      Estou de acordo com o Kevyn, esse treco de dimensões tem que ser avaliado caso-a-caso e a fundo em cada obra.

        Carregando editor
    • @Phant

      Ué, mas isso ocorre com todas as dimensões. Toda a matéria no universo também é composta de altura, largura e comprimento. Não faz com que sejamos universais fodões.

        Carregando editor
    • Anonimoe7875
      Anonimoe7875 removeu esta resposta porque:
      23h13min de 9 de dezembro de 2019
      Esta resposta foi removida
    • Eliminator vc entendeu errado, ele quis dizer que tudo possui essas dimensões, mas mesmo assim continuam sendo 3D considerando as dimensões espaciais.

        Carregando editor
    • EliminatorVenom escreveu:
      @Phant

      Ué, mas isso ocorre com todas as dimensões. Toda a matéria no universo também é composta de altura, largura e comprimento. Não faz com que sejamos universais fodões.

      Exatamente, mas por isso que estou dizendo que só porque um verso utiliza a física das cordas, não quer dizer que ele vai ser superior. 

        Carregando editor
    • Exato. Nada impede nenhum deles de ser espirocado pelo Flowey.

        Carregando editor
    • Ah sim, dscp aí.

      Então né... Conclusão atingida? :v

        Carregando editor
    • Bom, creio que chegamos a um consenso de que Flowey espiroca todos eles.

        Carregando editor
    • O tamanho das dimensões compactadas vai fazer diferença? Afinal, mesmo os 3D tem tamanho finito nas suas 3 dimensões e é infinito em comparação a um 2D, assim, o tamanho das dimensões não fariam diferença.

      Pegue, por exemplo, um 2D de duas dimensões espaciais que conhecemos, com essas duas dimensões sendo bem grandes. Agora, pegue um 3D de mesmo tamanho que o 2D nas dimensões dele, só  que com mais uma dimensão com um bilionésimo de um trilionésimo do tamanho de um núcleo atômico. Mesmo com essa terceira dimensão sendo tão pequena, ainda seria infinitamente maior que o 2D. Creio que o mesmo se aplicaria as outras dimensões compactadas da teoria das cordas, mesmo o tamanho das outras seis ou sete dimensões sendo extremamente pequeno, seria infinito comparado a um de dimensão superior.

        Carregando editor
    • A questão é que as dimensões da teoria das cordas não são apenas de espaço e tempo como na geometria espaço-temporal que é a base do sistema de dimensionalidade. Ela inclui as dimensões de massa, campo elétrico e outras coisas. E todas as franquias tem dimensões de massa e outras coisas. Nosso sistema se baseia em dimensões geometricas na parte de dimensionaldiade e não em todos os tipos de dimensão, a menos que do nada uma obra trate de apresentar duas dimensões de massa então não faz sentido nenhum colocar 11D nisso pois dimensões matemáticas são apenas as geometricas o que não inclui massa. 


      Todas as obras seriam no mínimo 11D na dimensionalidade se colocassemos literalmente tudo o que se classifica como dimensão. Um personagem que tem todas as dimensões descritas na teoria das cordas é igual a qualquer 4D (Espaço-tempo) porque como padrão ele tem sim massa, tem um campo gravitacional, um campo elétrico e outras coisas do tipo.

        Carregando editor
    • Jonas de Bragança escreveu: O tamanho das dimensões compactadas vai fazer diferença? Afinal, mesmo os 3D tem tamanho finito nas suas 3 dimensões e é infinito em comparação a um 2D, assim, o tamanho das dimensões não fariam diferença.

      Pegue, por exemplo, um 2D de duas dimensões espaciais que conhecemos, com essas duas dimensões sendo bem grandes. Agora, pegue um 3D de mesmo tamanho que o 2D nas dimensões dele, só  que com mais uma dimensão com um bilionésimo de um trilionésimo do tamanho de um núcleo atômico. Mesmo com essa terceira dimensão sendo tão pequena, ainda seria infinitamente maior que o 2D. Creio que o mesmo se aplicaria as outras dimensões compactadas da teoria das cordas, mesmo o tamanho das outras seis ou sete dimensões sendo extremamente pequeno, seria infinito comparado a um de dimensão superior.

      O ponto é que isso que você disse só acontece com dimensões geométricas e o tempo. Dimensões compactas são tipos diferentes de dimensão que não têm nenhuma relação com multiplicação por infinito. Elas são justamente as propriedades como massa e carga elétrica (dimensão não necessariamente tem a ver com o infinito, dimensão pode ser qualquer forma de mensurar alguma coisa, como é o caso na teoria das cordas.

        Carregando editor
    • Considerando que a nossa página de dimensões deixa claro que estamos falando de dimensões geométricas e não de dimensões de massa ou eletricidade então acho que deveríamos analisar a teoria das cordas apenas pelas suas dimensões de espaço-tempo. Sendo assim obras que usam teoria das cordas devem ser colocadas apenas como 4D por questão de consistência com a especificação de que tipo de dimensão falamos em dimensionalidade.

      A menos é claro que a obra use teoria das cordas, mas o autor é tão burro que ao invés de pensar em dimensões de massa vai logo em dimensões de espaço tipo em Ben 10 onde apesar de usar a teoria das cordas, os personagens usam elas em sentido de dimensões espaciais.

      Aviso que isso não afeta a teoria quântica, ela não trabalha com relação ao tipo de dimensões que a teoria das cordas fala, um espaço hilbertiano, que é necessário para a física quântica, diretamente é usado para especificar qualquer número finito ou infinito de dimensões de espaço (Normalmente infinitas dimensões são usadas para resolver as equações de Schrodinger).

        Carregando editor
    • Estou em total acordo com o Ravel. No caso, o tratamento é o mesmo, continua 4D mesmo com a teoria das cordas.

        Carregando editor
    • Tava pensando nisso, e se uma obra trabalha com teoria das cordas como se fosse Dimensões geometricas(por erro do autor mesmo), o personagem vai ser tratado como Tendo 11D ou vai continuar 4D? 

        Carregando editor
    • Eu falei disso no meu segundo paragrafo acima

        Carregando editor
    • Eu curto boku no pico.

        Carregando editor
    • FuuHouHou escreveu:
      Eu curto boku no pico. 

      concordo plenamente kkkkkkkkkkkkkk

        Carregando editor
    • é bem interessante essa questão do 11D

        Carregando editor
Curtir esta mensagem
Você curtiu essa mensagem!
Veja quem curtiu essa mensagem
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.